top of page
Buscar
  • fonsecaclaudio

E agora?

Diante do cenário que impactou fortemente o ambiente de negócios provocado pela Pandemia, a grande maioria das empresas se deparou com desafios inimagináveis. Foi necessário inovar, arriscar e até mesmo reinventar o próprio negócio para poder sobreviver.


Claro que muitas empresas não resistiram e acabaram engrossando um melancólico movimento de fechamento.

Em paralelo, os consumidores também foram desafiados a descobrir novas logísticas para poder comprar, desde abastecer seus lares com produtos básicos, e para adquirir uma extensa lista de produtos e serviços que faziam parte de suas necessidades elementares.

As facilidades de acesso à suas compras cotidianas não estavam mais disponíveis, ou no mínimo disponíveis de forma precária. Tiveram que experimentar canais de compras nos quais boa parte deles nunca havia acessado.

Porém, ao recorrer a esses novos canais, paulatinamente foram assimilando-os como palatáveis, e também passaram a preferir esses canais, descobrindo que ‘nem tudo estava perdido’. Era possível manter suas necessidades básicas e até eventuais, através de canais digitais, ou comprando por e-commerce e retirando na loja (para evitar aglomerações), e claro, a preferência se deu pelo chamado ‘delivery’.

Diante desse contexto, e voltando para o ambiente das empresas, tem-se a convicção que ‘o novo normal’ jamais será como foi.

Não basta termos apenas lojas bem organizadas, espaçosas, com a exibição de produtos e vitrines atraentes e bonitas, com equipes de vendas preparadas, acolhedoras, receptivas e ágeis. Continua sendo fundamental. Porém, o desafio que se impôs foi conseguir levar todos esses atributos de valor do negócio para o ambiente digital, mesclando esses dois universos de negócio.

Por mais dolorido, trabalhoso e custoso, só há um caminho: Temos que potencializar a operação das empresas, adequando aos novos desafios provocados pela Pandemia e pela mudança de comportamento dos consumidores. Ele agora é híbrido (físico e digital)

As questões que precisam ser respondidas pelas empresas para ter sucesso nesses dois ambientes complementares são:

– Consigo reinventar meu negócio, mantendo meus diferenciais e me apresentar ao meu público de interesse por novos canais de relacionamento que até então não usávamos?

- Vou conseguir oferecer uma experiência de compras fluída, sem rupturas para captar novos leads, vender e não perder vendas?

- Nossas equipes de vendas estão preparadas para a ‘pegada digital’ que requer interatividade e instantaneidade?

- Disponho de recursos e ferramentas para segmentar meus públicos, e a eles ofertar produtos ou serviços pertinentes e relevantes ao perfil dos consumidores por novos canais de relacionamento?

- Disponho de conhecimento técnico para construir uma estratégia de relacionamento híbrida, que seja Omni-channel?

Se apenas uma das questões acima for respondida com ‘NÃO’, convém prestar muita atenção, e buscar ajuda especializada para apoiar sua transição para o ‘Novo Normal’.

Claudio Fonseca

Comentarios


bottom of page